sábado, 21 de julho de 2018

Restaurante "2 a 8" versus "Manuelino"

O título desta crónica pode enganar. Não, não foi um confronto de restaurantes. O Manuelino (Rua dos Jerónimos,12) entra aqui porque, depois de ter feito uma reserva para almoço, através da plataforma The Fork, bati com o nariz na porta. Inacreditável e cartão vermelho ao Manuelino! A The Fork teve uma atitude correcta, ao pedir-me desculpas pelo que aconteceu e creditar-me 10 € na minha conta (a descontar num restaurante aderente).
Em alternativa, fui ao 2 a 8 (Rua de Belém,2), onde tudo correu da melhor maneira. Começou por uma simpática surpresa, o facto de o dono estar ocasionalmentge presente e ter-me reconhecido (era cliente das Coisas do Arco do Vinho).
Estávamos a almoçar com um casal amigo e já tinhamos na mesa uma garrafa de Esporão Reserva 2016 branco, quando, por iniciativa do dono, aterrou na mesa um surpreendente Qtª do Rol 2006 (nota 17,5+) que o abafou completamente. Um branco já com 12 anos, nada badalado, mas que se veio juntar ao 5ª de Mahler 2000 nas minhas preferências por este tipo de vinhos.
Para que conste, estes brancos acompanharam:
.Ameijoas à Bulhão Pato
.Pastéis de bacalhau com arroz de tomate
.Gelado artesanal de chocolate
Gastronomia de qualidade e serviço profissional e simpático, por parte do chefe de sala.
A voltar, seguramente.

Sem comentários:

Enviar um comentário