quinta-feira, 11 de outubro de 2018

Grupo dos 3 (61ª sessão) : o pleno do Kompassus

Esta última sessão deste grupo de enófilos da linha dura decorreu no Nunes Real Marisqueira (Rua Bartolomeu Dias,112 em Belém), com vinhos da minha garrafeira.
Este espaço de restauração, uma das melhores, senão a melhor marisqueira de Lisboa, sob a batuta  do proprietário, Miguel Nunes de seu nome, apresenta mesas bem aparelhadas, guardanapos de pano, pratos personalizados e copos Riedel, um luxo! Sala cheia a rebentar pelas costuras, mas sem interferência no ritmo e na qualidade do serviço.
A minha aposta foi nos vinhos Kompassus (com a excepção óbvia do fortificado), tendo levado 2 brancos e 1 tinto. Desfilaram:
.Alvarinho 2015 (12,5 % vol.) - enologia de Anselmo Mendes; estagiou 7 meses em barricas usadas, tendo sido engarrafado em Julho 2016; fresco e mineral, acidez equilibrada, volume e final médios. Polido e austero, é o único Alvarinho produzido na Bairrada. Nota 17,5 (noutra situação, também 17,5).
Acompanhou bem o couvert, salgados e a casquinha de santola.
.Private Collection 2014 branco (12,5 % vol.) - enologia de Anselmo Mendes; com base nas castas Arinto (70 %) e Cercial (30 %), estagiou 7 meses em barricas novas e usadas; presença de citrinos e fruta de caroço, equilibrio entre a acidez e a gordura, volume assinalável e final de boca longo. Gastronómico e cheio de personalidade. Nota 18.
Maridou com uma belíssima garoupa no forno.
.Private Collection 2011 tinto (15 % vol) - com base na casta Baga (100 %), estagiou 22 meses em barricas de carvalho francês novas e usadas; complexidade olfactiva, acidez no ponto, especiado, taninos civilizados, volume considerável e final de boca muito extenso. Embora com um teor alcoólico excessivo, não se dá por ele. A beber nos próximos 7/8 anos. Nota 18,5+ (noutras 18,5/18,5+).
Harmonizou com um bacalhau no forno.
.Sandeman 30 Anos (engarrafado em 2017) - cor brilhante, nariz discreto, notas de frutos secos e especiarias, acidez equilibrada, algum volume e final de boca. Elegância e complexidade. Nota 18,5.
A sobrema foi à lista e eu acompanhei este belo tawny com uma saborosa tarte de gila.
Uma nota final para o serviço de vinhos, muito bem desempenhado por um jovem empregado, João Palrinhas de seu nome, apesar do muito movimento na sala com a lotação esgotada.

Sem comentários:

Enviar um comentário