terça-feira, 2 de outubro de 2018

Setembro 2010 : o que se passou aqui há 8 anos?

Das 14 crónicas publicadas no decorrer de Setembro 2010, destaco estas 3:

1."Núcleo Duro (58ª Prova) com os Douro Boys", no dia 23
Que eu saiba, este Núcleo Duro é o grupo de prova português mais antigo e consistente, objecto de uma crónica publicada há anos pelo Duarte Calvão na antiga página "Boa Vida" do DN.
Foi o meu último jantar/prova de vinhos, com este grupo de amigos, na minha qualidade de membro efectivo. Como convidado ainda participei em mais 2 encontros.
Esta 58ª prova decorreu no restaurante do CCB (A Commenda), com vinhos da minha garrafeira. O tema incidiu nos vinhos dos Douro Boys, colheita de 2007 (Redoma Reserva, Vallado Adelaide, Vale Meão, CV e Maria Teresa) a que juntei 2 fortificados (Fonseca Vintage 1994 e Blandy Malvasia 1985).
Uma sessão memorável mas que, lamentavelmente, não conseguiu emocionar todos os provadores. Mistérios insondáveis...

2."Grupo de Prova dos 3 (6ª sessão). Confronto Portugal-Espanha", no dia 29
Sessão organizada pelo João Quintela, com vinhos da sua garrafeira, que pôs em confronto o Aalto PS 2005 e o Maria Teresa 2005. Ganhou a Espanha. Azar o nosso...
O final do repasto, com os vinhos fortificados, já não houve confronto (aqui ganhariam os tugas) e acabou em beleza, ao serem bebidos o FMA Bual 1964 e o Bastardinho 30 Anos.

3.Prova e Jantar Sogevinus. O pleno do nosso grupo", no dia 30
Organizada pelo Rui Lourenço Pereira (Blogue Quinta Wine Guide), no Clube dos jornalistas, uma prova com uma dúzia de vinhos do Porto, orientada pelo enólogo Pedro Sá, a que se seguiu um jantar, destacando-se:
.Kopke Colheita 1960 (18,5)
.Burmester Colheita 1937 (18,5+)
.Burmester Colheita 1955 (19)
.Burmester Tordiz 40 Anos (18,5)
Foi uma sessão inesquecível, mas que poderia ter sido um fiasco, por falta de participantes. E só não foi porque os clientes e amigos das CAV  se mobilizaram.

Sem comentários:

Enviar um comentário