terça-feira, 10 de setembro de 2019

As contradições dos Prémios W atribuidos pelo Anibal Coutinho

A propósito dos nomeados para "Garrafeira (Loja de Vinhos) do Ano", escreveu o mentor destes prémios W que "(...) as garrafeiras ganhadoras têm um entusiasta do vinho como gestor, um enófilo com muitas viagens aos países vinhateiros e às nossas regiões e produtores, com presença assídua nas principais feiras, com sucesso na dinamização de uma tertúlia interessada, coesa e participativa nos vários eventos vínicos (jantares, conversas, provas cegas, provas comentadas) que a sua loja promove - esse é o factor-chave de sucesso e de diferenciação; essas são as lojas onde me sinto abençoado.(...)".
Depois deste preâmbulo, estava à espera que a primeira garrafeira em Lisboa (não comento a escolha das garrafeiras fora de Lisboa e espalhadas pelo país) a ser nomeada fosse a Néctar das Avenidas que é aquela que mais se encaixa nos considerandos do Anibal Coutinho, pois organiza eventos vínicos praticamente em todo o ano, com realce para o Bairradão (ver Grandes Escolhas de Julho 2019). E que as outras pudessem ser a Empor, a Garrafeira Imperial ou a Wines 9297, que também fazem provas nos seus espaços.
Foi com a maior das surpresas que constatei recentemente que as garrafeiras de Lisboa nomeadas para Garrafeira do Ano foram a Estado d' Alma, a Napoleão e a Wines by Heart! Aquelas 2 limitam-se a vender vinho, não lhes conhecendo quaisquer eventos vínicos, enquanto que esta última abriu há cerca de 1 mês e nada me garante que daqui a 1 ano ainda esteja aberta, embora já tenha sido publicitada na Time Out e no blogue Mesa Marcada.
São os mistérios insondáveis do Anibal Coutinho e os seus Prémios W!
Mas já não é a primeira vez que estes prémios provocam polémica. Para quem tiver curiosidade recomendo a leitura da minha crónica "Prémios W 2015 : o Anibal Coutinho ensandeceu?", publicada em 14/1/2016, onde entre os 10 nomeados para figura do ano, foi incluido o ex- presidente Anibal Cavaco Silva.
Terminava eu assim "Só se foi por solidariedade onomástica!".

Sem comentários:

Enviar um comentário