terça-feira, 14 de janeiro de 2020

2019 : na hora do balanço (III) - TOP tintos

À semelhança do que foi feito para os vinhos brancos, a crónica de hoje é dedicada aos tintos provados/bebidos no decorrer do ano transacto e seguindo a mesma metodologia.
Entre dezenas de vinhos tintos provados em 2019, destaco estes 36 a que atribuí 18,5 ou mais pontos.
Com 19
.Chryseia 2011 (Douro)
.Qtª Carvalhais Único 2015 (Dão)
Com 18,5+
.Grandes Quintas Vinha do Cerval 2011 (Douro)
.Qtª Crasto Maria Teresa 2011
.Qtª Touriga Chã 2011
.Qtª Vale D. Maria CV 2005
.Qtª Vesúvio 2011
Com 18,5
.CARM BOCA 2004 (Douro)
.Duas Quintas Reserva 2011
.Pintas 2009 e 2011
.Qtª Boavista Reserva 2014
.Qtª Cidrô Marquis 2007
.Qtª Crasto Vinha da Ponte 2012
.Qtª Crasto Vinhas Velhas 2011 e 2015
.Qtª Leda 2000
.Qtª Manoella Vinhas Velhas 2012
.Qtª Vallado Reserva 2011
.Qtª Vale D. Maria 2001
.Qtª Vale Meão 2011
.Três Bagos Grande Escolha 2014
.Casa da Passarella Vinhas Velhas 2008 (Dão)
.M.O.B. 2012
.Qtª Falorca Lagar Reserva 2010
.Aliança Baga Clássico by Qtª Dôna 2011 (Bairrada)
.Kompassus Private Selection 2005
.Lopo de Freitas 2011
.Luis Pato Vinha Pan 2011
.Qtª Bageiras Pai Abel 2011 e 2013
.Esporão Garrafeira Private Selection 2008 e 2012 (Alentejo)
.Mouchão Tonel 3-4 2013
.Pêra-Grave Grande Reserva 2015
.Zambujeiro 2011
Em conclusão é de registar:
.a posição do Douro com 21 tintos seleccionados (58 %)
.logo seguido das Beiras (Bairrada e Dão) com 10 (28 %)
.a hegemonia da colheita 2011 com 15 (42 %)
.em 2º plano, a grande distância, a colheita de 2012 com 4 (11 %).
A fechar, a próxima crónica deste balanço será dedicada aos vinhos fortificados.

Sem comentários:

Enviar um comentário