terça-feira, 12 de fevereiro de 2019

Curtas (CVIII) : a festa da Paixão pelo Vinho, Donna Taça, Adega & Sabores, vinho quente e um espumante inqualificável

1.A "Paixão pelo Vinho" no Beato
É a 3ª revista especializada, após a Revista de Vinhos (na última 6ª feira) e a Grandes Escolhas (na próxima 6ª feira), a organizar a festa anual de distribuição de prémios na área do vinho.
O evento será no dia 2 de Março, entre as 17 e as 23 h, no Beatus (Marvila), no decorrer do qual haverá Conversas com Enólogos, para além da referida cerimónia da distribuição de prémios.

2.Donna Taça (Rua do Telhal,48)
É um wine bar aberto em finais do ano passado que apostou em vinhos de pequenos produtores e não só. Para acompanhar, apenas tapas.
A Time Out, com algum exagero, referiu haver ali "mais de 1000 rótulos de vinhos de pequenos produtores que dificilmente (se) encontra noutro lugar". Refere, ainda, a articulista "O Donna Taça é o bar perfeito para se tornar um enólogo" (!?). Não queria dizer um enófilo? Santa ignorância...

3.Adega & Sabores de Portugal (Rua Coelho da Rocha,94)
É um pequeno espaço gourmet, mas com uma boa oferta de vinhos, queijos, charcutaria, compotas e, ainda, uma cuidada selecção de cervejas artesanais. Já abriu há algum tempo, mas só agora e por um mero acaso a descobri.

4.Vinho quente na Time Out
A Time Out, no seu nº de 30 de Janeiro, publicita o vinho quente à venda no seu Quiosque do Cais, uma pretensa moda importada do Norte da Europa. Andamos nós, os enófilos militantes, a bater-nos pela correcta temperatura de serviço dos vinhos e somos atropelados por estes senhores que vêm em contramão.
Já noutra ocasião me tinha insurgido contra tal malfeitoria, na crónica "Vinho quente a copo?", publicada em 17/3/2011, que suscitou a ira dos ofendidos.

5.Espumante inqualificável no Vila Galé de Tavira
Vi e não queria acreditar. O Hotel Vila Galé de Tavira tem à disposição dos clientes com pequeno almoço, um espumante meio seco que dá pelo sugestivo nome "Nuvens Douradas", proveniente de Espanha e sem direito a região demarcada nem ano de colheita! Preço de venda ao público, em alguns distribuidores: 1,95 €!
E tem o grupo Vila Galé, no seu portefólio vínico, um espumante, o Casa de Santa Vitória. Francamente! 

4 comentários:

  1. A Time Out é um prodígio em afirmações algo inusitadas...

    ResponderEliminar
  2. Não vejo onde possa estar o espanto...Há uns anos assisti eu, no fim de um jantar com o director comercial de uma das mais conceituadas casas produtoras de vinho do porto.o mesmo pedir para fecharmos a refeição um porto (2o anos) originário da casa que ele representava. Bem, a garrafa estava por abrir numa prateleira por cima da máquina do café. Servido o vinho verifiquei que o mesmo deveria estar com uma temperatura próxima dos 25º Com algum desagrado disse que aquela temperatura era demasiado elevada para servir um Tawny de idade. O dito senhor responsável pela empresa retorquiu: Não há problema nenhum, senhor empregado traga um balde com pedras de gelo...

    ResponderEliminar
  3. Mas será este vinho quente simplesmente um vinho tinto aquecido? Diria que será antes uma sangria quente, i.e, com especiarias, açúcar, etc.

    ResponderEliminar
  4. Caros Daniel Lopes e Duarte,
    Obrigado pelos vossos comentários.
    Agora os meus:
    .aquele director comercial não tem perfil para o cargo que exerce
    .segundo a notícia da Time Out era mesmo vinho
    Abraços

    ResponderEliminar