terça-feira, 29 de novembro de 2016

Jantar Qtª do Vallado : nota alta para a colheita de 2008

Mais um evento da Garrafeira Néctar das Avenidas, desta vez no restaurante do Henrique Mouro, o Bagos Chiado. O Francisco Ferreira desceu até à capital e apresentou, muito pedagogicamente, os seus vinhos mais recentes e outros já feitos, para se perceber como eles podem evoluir no bom caminho. Muito simpaticamente, o Francisco Ferreira referiu-se , em termos elogiosos, aos antigos donos e animadores das Coisas do Arco do Vinho, presentes no jantar. Obrigado, Francisco!
Quanto aos vinhos, com enologia dos dois Franciscos (Olazabal e Ferreira) desfilaram:
.Qtª do Vallado Reserva 2015 - com base nas castas Arinto, Gouveio, Rabigato e Viosinho, estagiou 7 meses em barricas de carvalho francês; presença de citrinos, fresco e mineral, acidez q.b., notas amanteigadas, madeira bem casada, algum volume e bom final de boca. Valeu 94 pontos no Parker e 18 valores na Revista de Vinhos. Gostaria de o voltar a provar daqui a mais uns anos. Nota 17,5+.
Acompanhou arroz de pato num croquete.
.Vallado Superior 2014 - com base nas castas Touriga Nacional (60 %) e Touriga Franca (40 %) da Qtª do Orgal, em produção biológica, estagiou 16 meses em barricas de carvalho francês; aroma intenso, notas florais, acidez equilibrada, taninos de veludo, encorpado e final de boca médio. Ainda com pouca complexidade, precisa de mais 5/6 anos. Nota 17.
.Qtª do Vallado 2008 (em garrafa de 5 litros) - aroma complexo, ainda com alguma fruta, notas especiadas, acidez equilibrada, taninos presentes, algum volume e bom final de boca. Equilibrado e elegante, evoluiu muito bem. Nota 17,5.
Estes 2 vinhos foram servidos com um pampo no forno, com o segundo tinto a harmonizar melhor que o primeiro.
.Qtª do Vallado Sousão 2014 - fruta preta, alguma acidez e taninos, volume médio e final persistente. Está muito novo e unidireccional, faltando-lhe complexidade, mas não sei se a idade a trará. Esta casta não faz a minha felicidade. Nota 16,5+.
Maridou bem com leitão assado, bagos e batata doce.
.Qtª do Vallado Reserva 2014 - arma complexo, muito frutado, acidez equlibrada, taninos domesticados, algum volume e bom final de boca. Ainda muito jóvem, vai melhorar daqui por mais 5/6 anos. Nota 17,5+.
.Qtª do Vallado Reserva 2008 - alguma fruta, notas florais e terciárias, acidez no ponto, especiado, algum chocolate e tabaco, taninos afirmativos mas civilizados, volume e final de boca assinaláveis. Muito elegante e harmonioso. O Vallado no seu melhor. Nota 18,5.
Estes 2 tintos acompanharam lebre com espuma de feijoca e cenoura.
.Qtª do Vallado 20 Anos - frutos secos, acidez equilibrada, algum iodo, taninos presentes, complexidde, algum volume e final muito longo. Nota 18.
Casou bem com um folhado de marmelada e arroz doce.
Foi, ainda, servido um surpreendente 10 Anos.
Quanto ao serviço, nada fácil com os participantes dispersos em 2 salas, correu com bom ritmo, apesar da equipa reduzida, onde brilhou a Ana, uma profissional de 5 estrelas.

Sem comentários:

Enviar um comentário