terça-feira, 25 de março de 2014

Curtas (XXVI)

1.Prova de vinhos da Real Companhia Velha (RCV)
Com a presença do Jorge Moreira, director de enologia da RCV, cerca de 30 vinhos desta empresa estiveram à prova no Chafariz do Vinho. Sem qualquer rigidez, os enófilos convidados, à medida que iam chegando, provavam os vinhos que queriam.
Destes 30, apenas provei 13, tendo seleccionado aqueles que, à partida, mais me despertavam a curiosidade:  6 brancos (Séries Arinto 2012, Qtª do Cidrô Alvarinho 2013, o Semillon do mesmo ano, o Chardonnay 2012, o Carvalhas do mesmo ano e, ainda, o Grandjó Late Harvest 2008), 4 tintos (Qtª do Cidrô Pinot Noir 2008, Carvalhas Vinhas Velhas 2011, o Tinta Francisca do mesmo ano e Qtª dos Aciprestes Grande Reserva,também de 2011) e 3 fortificados (Royal Oporto 40 Anos, Colheitas 1980 e 1976).
E os vencedores foram: Carvalhas 2012 branco, Carvalhas Vinhas Velhas 2011 e o Colheita 1976 (engarrafado em 2010)! 
2.Casa de Pasto revisitada
Curiosamente voltei à Casa de Pasto, na semana em que o José Quitério escreveu, no Expresso, sobre este mesmo espaço (e só foram elogios...).
A gastronomia continua em alta, tendo provado, desta vez, rissol de berbigão, migas de ostras, cebolas glaceadas e um excelente xerém de lingueirão (ou não fosse o chefe, algarvio de gema). Acompanhei estas iguarias com o espumante Murganheira Bruto Rosé, que se portou muito bem ao longo de toda a refeição.
Em contra partida, a música de fundo continua alta e os copos continuam os mesmos, isto é, maus. Promessa não cumprida (ver a crónica "Almoço na Casa de Pasto", publicada em 4/2/2014).
3.Peixe em Liboa
Começa já no dia 3 deAbril e prolonga-se até a 13, sempre no Pátio da Galé. Entre chefes e restaurantes, vão estar presentes o Arola (Sergi Arola), Assinatura (Vitor Areias), Avenue (Marlene Vieira), Bica do Sapato (Alexandre Silva), Claro! (Vitor Claro), José Avillez, O Nobre (Justa Nobre), Ribamar (Helder Chagas), Umai (Paulo Morais) e Tasca/Cervejaria da Esquina (Vitor Sobral).
Programa aliciante de visita obrigatória!

Sem comentários:

Enviar um comentário