domingo, 18 de dezembro de 2011

Maria Pimenta : o José Quitério deu-me razão!

Em 22/8/2010 publiquei neste blogue uma crónica intitulada "Almoço na Maria Pimenta", que é até hoje de longe a mais lida de todas. No espaço de um ano teve direito a 520 visualizações! Nessa crónica critiquei este restaurante referindo a ementa curta e pouco interessante, a sua apresentação numa ardósia, os guardanapos de papel para o foleiro, a lista de vinhos desinteressante e sem datas de colheita, os copos sofríveis na mesa, a inexistência de Visa e o MB avariado.
Passado pouco tempo, cerca de 1 mês, uma senhora (dona? amiga dos donos? cliente?), que penso sofrer de ileteracia grave, pois não entendeu minimamente o que escrevi, colocou um comentário a defender o restaurante e a atacar-me em tom desabrido e criticando-me sem fundamentação, chegando a afirmar que "Se não tem nada positivo para dizer não diga nada!"!
Agora vem o José Quitério a dar-me razão na sua última crítica gastronómica, publicada no Expresso de sábado passado, dia 16/12. O título, "Pólvora seca" é já de si sugestivo. Além de ter também criticado a ardósia e a carta de vinhos, refere em relação à ementa "(...) lista desequilibrada e correntia, insuficiências e deficiências culinárias, não estando à altura do lugar(...)".
É pena, pois este local privilegiado merecia melhor!

Sem comentários:

Enviar um comentário